top of page

Porque investir em Hortifruti em sua propriedade rural

por que que eu decidi me aventurar nessa área, e não ir trabalhar com gado, milho, soja ou grandes culturas?



Por que trabalhar no segmento de HF, de hortifruti, ainda vale a pena entrar nesse segmento, por que que eu decidi me aventurar nessa área, e não ir trabalhar com gado, milho, soja ou grandes culturas?


Nesse artigo eu vou te mostrar qual o motivo da minha decisão de ingressar nesse segmento, e também o porque que você poderia ter uma área com HF também, caso ainda não tenha.


Pra você que não me conhece ainda, meu nome é Rafael Martins, eu sou agrônomo e sócio da Fazenda Viçosa. Uma empresa que nós fundamos do ZERO em 2017, e hoje nós atendemos mais de 50 supermercados aqui do noroeste paulista.


Além de produzir, nós ensinamos também centenas de produtores rurais a faturarem mais em suas propriedades, através de cursos e consultorias.


Então vamos lá, por que trabalhar com HF?


Em primeiro lugar em função das oportunidades desse segmento, nós estamos falando de um segmento que movimenta mais de 38 bilhões de reais, só na parte de hortícolas, sem contar as frutas. E a grande maioria desse faturamento, vem de pequenos produtores, em pequenas áreas.


Diferente das grandes culturas, como milho, soja, cana-de-açucar, no segmento de HF você não precisa de grandes áreas e de tecnologia de ponta, pra ser competitivo, ou seja, pra conseguir competir com os produtores que já estão no mercado.


É claro que você precisa ser eficiente, produzir o máximo, gastando o mínimo possível pra ter um preço dentro do mercado, mas nesse segmento de HF o mais importante é você ter conhecimento técnico e know how de mercado, e não fazendas grandes e maquinários como no segmento de grandes culturas.


E isso nós percebemos com o tempo, nós ja estamos a mais de 5 anos no mercado, e já vimos muito aventureiro entrando e saindo do mercado, porque não conseguem se estabelecer. A maioria trabalha de qualquer forma, sem nenhum critério, plantando uma área aleatória, seguindo as recomendações de um vizinho ou acompanhando vídeos de quem faz cultivos domésticos e não comerciais.


E o resultado na maioria das vezes é esse, prejuízo. Pelo excesso de confiança do produtor, em achar que consegue fazer tudo sozinho e teimosia, de não estar com a mente aberta e sempre disposto a aprender.


Um outro motivo que nos levou a investir nesse segmento foi a baixa qualidade dos produtos que nós víamos no mercado, as vezes até tinha uma bancada impecável, com muitos produtos de qualidade, mas na maioria das vezes deixava a desejar, e isso nos chamou a atenção. E além da qualidade, a oscilação de preços, como que um produto em uma semana está sendo vendido a 5 reais, e na outra semana ele dobra de preço? Como funciona essa sazonalidade? está relacionada só com o clima, ou uma falta de planejamento de produção?


Eu acho que tudo isso que eu falei influencia, algumas coisas não estão em nossas mãos, agente não consegue controlar, mas a maioria delas está.


E o ultimo motivo que nos levou a entrar no ramo do HF, é com relação a diferenciação, hoje em dia o mercado consumidor está disposto a paga por um produto diferenciado. Seja essa diferenciação como for, você que precisa pegar a técnica e o conhecimento e aplicar o seu toque de diferenciação, podendo ser na embalagem do seu produto, na qualidade da mercadoria, na freqüência de entrega, na disponibilidade do seu produto, e até no comercial, na forma como você vende e trabalha com a sua produção.


Então são muitas possibilidades. Você precisa entender sobre o mercado, absorver esse conhecimento e aplica-lo a sua realidade, e com certeza oportunidade todo mundo tem, você só precisa saber enxergar e aproveitar ela.


Uma cultura que nós gostamos muito de trabalhar, e se tornou o nosso carro chefe depois de alguns anos, foi a produção de quiabo, começou como uma fonte de renda extra e foi ganhando espaço, e hoje representa ai quase 30% do nosso faturamento mensal. Se voce quiser aprender a trabalhar com essa cultura, e ter o meu suporte na sua produção, eu vou deixar o link do nosso curso aqui na descrição.


Obrigado a você que ficou até o final.


Não esquece de deixar um like, e até a próxima.

47 visualizações0 comentário
bottom of page